PRAIA DE ITAPARICA,VILA VELHA ,ES,BR

PRAIA DE ITAPARICA,VILA VELHA ,ES,BR
ENTARDECER NA PRAIA DE ITAPARICA,VILA VELHA,ES,BR

SERGIO DE MATOS Headline Animator

quinta-feira, 21 de maio de 2015

PSDB - Não vai pedir o IMPEACHMENT de Dilma !! by @ReinaldoAzevedo - @Ra...

22 de maio de 2015




Nos braços do povo

O grande sonho do ex-presidente Lula é voltar ao poder
“nos braços do povo”,

 repetindo a eleição de Getúlio Vargas. E, como
ainda não desistiu

 e começa a achar que o governo de Dilma e o
enfraquecimento do PT

poderão atrapalhar seu vôo eleitoral em 2018,
quer trabalhar à distancia.

 Criou um grupo para auxiliá-lo nessa
missão, com alguns nomes discutíveis:

 Antonio Palocci, os prefeitos
Fernando Haddad e Luiz Marinho,

os secretários da prefeitura paulistana
Alexandre Padilha

e Arthur Henrique, Josué Gomes e o sindicalista
Rafael Marques,

 do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC. Lula acha que

 é o
maior do que o partido e bem maior do que Dilma.


Grupo complicado

Quem acompanha de perto essa nova articulação de Lula

 acredita que a estratégia começa errada a partir dos nomes do grupo
constituído:

 de cara, Josué Gomes avisa que apenas participa de alguma
reunião

 quando é chamado; Fernando Haddad, Luiz Marinho

e Alexandre
Padilha são fracos de política hoje

 e têm baixa popularidade e o
sindicalista Rafael Marques,

 atualmente está mais preocupado com
demissões da categoria

e perda de benefícios contidos no reajuste de
Joaquim Levy.

 Antonio Palocci, como se sabe, atua nas sombras.


Mais juros

Quem convive com a equipe econômica de Joaquim Levy

 aposta que o ciclo da alta dos juros (Selic) vai continuar

até que a
projeção do Banco Central registre a inflação na meta de 4,5% em 2016.

 Hoje, a taxa está em 13,25% e não há um teto pré-determinado.


Fazendo as contas

O governo federal tem 107 mil cargos de confiança, com
os quais brinda

correligionários do PT e de demais legendas que fazem
parte da base aliada.

 Como Dilma está no segundo mandato, quem ocupava
cargos no primeiro mandato

, não quer deixar a cadeira, o que complica
ainda mais a distribuição

de postos do segundo (e até terceiro)
escalão.

Nesses dias, a coordenação política do Planalto chegou

à
conclusão que, se tivesse cinco vezes mais cargos existentes,

 ainda
assim seriam poucos para atender os aliados.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...