PRAIA DE ITAPARICA,VILA VELHA ,ES,BR

PRAIA DE ITAPARICA,VILA VELHA ,ES,BR
ENTARDECER NA PRAIA DE ITAPARICA,VILA VELHA,ES,BR

SERGIO DE MATOS Headline Animator

quinta-feira, 30 de abril de 2015

.ATENÇÃO POVO EM GERAL E PROFISSIONAIS DA SAÚDE DO BRASIL CHEGOU O ZIKA VÍRUS PRIMO DA DENGUE. QUE VEIO COM A COPA DO MUNDO PARA CONHECER A BAIHA VEJAM AQUI Pesquisadores da UFBA descobrem vírus causador de doença misteriosa



ATENÇÃO POVO EM GERAL 

E PROFISSIONAIS DA SAÚDE DO BRASIL
CHEGOU O ZIKA VÍRUS
PRIMO DA DENGUE.
QUE VEIO COM A COPA DO MUNDO 
PARA CONHECER A BAIHA
VEJAM AQUI
https://www.youtube.com/watch?v=k3dCNyq2H1Q
O ZIKA VÍRUS CHEGOU
A
doença misteriosa que já deixou mais de 500 pessoas
 doentes em Salvador é
provocada pelo vírus Zika, da mesma família
 dos causadores da dengue e
da febre chikungunya. 
A afirmação e de pesquisadores do Instituto 
de
Biologia da Universidade Federal da Bahia, que investigam o surto no
Estado.
O Zika foi identificado em amostras de sangue de
pacientes de Camaçari, 
na região metropolitana da capital.
 Casos
semelhantes foram diagnosticados em 19 municípios da Bahia,
 que
registrou os primeiros doentes em fevereiro. 
Em outros Estados do
Nordeste, porém, já há registros desde outubro de 2014.
Tamanho de fonte
quarta-feira, 29 de abril de 2015 - 17h36 Atualizado em quarta-feira, 
29 de abril de 2015 - 22h23

Vírus Zika: identificado causador de doença na BA
Enfermidade também é transmitida pelo mosquito da dengue

e já acometeu mais de 500 pessoas em Salvador
Febre
Zika também é transmitida pelo Aedes aegypti / Shutterstock Febre Zika
 também é transmitida pelo Aedes aegypti Shutterstock
Da Redação com
BandNews FM noticias@band.com.br 
Veja também Casos de dengue
crescem 345% 
no 1º trimestre Saiba como prevenir a proliferação do
Aedes aegypti Artigo:
 Eu sou a dengue, e vou picar você
A
doença misteriosa que já deixou mais de 500 pessoas doentes 
em Salvador é
provocada pelo vírus Zika, da mesma família 
dos causadores da dengue e
da febre chikungunya.
 A afirmação e de pesquisadores do Instituto 
de
Biologia da Universidade Federal da Bahia, que investigam o surto no
Estado.
O Zika foi identificado em amostras de sangue de
pacientes de Camaçari, 
na região metropolitana da capital. Casos
semelhantes foram diagnosticados 
em 19 municípios da Bahia, que
registrou os primeiros doentes em fevereiro.
 Em outros Estados do
Nordeste, porém, já há registros desde outubro de 2014.
Também
transmitido pela picada do mosquito da dengue e da febre chikungunya,
 o
Aedes aegypti, o Zika provoca febre moderada (entre 37.8°C e 38.5°C), 
 dor de cabeça, dor nas articulações e conjuntivite. 
Além disso, também
pode provocar vermelhidão
 e erupções na pele, que levam a doença a ser
confundida com outras enfermidades.
Apesar do desconforto, a
febre Zika não é considerada grave 
e autoridades médicas internacionais
não recomendam nenhum protocolo
 de tratamento específico para a doença,
além da necessidade de notificação dos casos.
Isolado no final
dos anos 40 em macacos na floresta africana de Zika, em Uganda
, o vírus
foi detectado em humanos em 1968, na Nigéria.
 Até 2007 não havia
registros da doença fora da África e da Ásia, 
quando um surto foi
identificado na Micronésia, na Oceania.

terça-feira, 28 de abril de 2015

.. ADOREI A FRASE "UM SENADOR É O HOMEM DE TODAS AS MULHERES E A MULHER DE TODOS OS HOMENS"ESTA SE APLICA AOS DEPUTADOS TAMBÉM....OMDM - Hermanoteu na terra de Godah.avi

ADOREI A FRASE
 "UM SENADOR É O HOMEM DE TODAS AS MULHERES 
E A MULHER DE TODOS OS HOMENS"
ESTA SE APLICA AOS DEPUTADOS TAMBÉM....

..Os babados fortes e venenos mortais que exterminaram os ratos petralhas..Há um véu de silêncio cobrindo as denúncias da OAS em relação às patifar...

 OS BABADOS FORTES E VENENOS MORTAIS

 QUE EXTERMINARAM 

OS RATOS PETRALHAS DO BRASIL



Edinho-Alencar 1

Edinho Silva, ex-tesoureiro da campanha de Dilma
promovido a titular da Secom

– Secretaria de Comunicação, em 2014,
teria repassado mais de R$ 16 milhões

a uma gráfica-fantasma de
Beckembauer Rivelino de Alencar

e Muller de Alencar, irmãos do
jornalista Kennedy Alencar, hoje no SBT.

 A informação é do site O Antagonista, de Diogo Mainardi e Mário Sabino,

 num trabalho investigativo depois da ação da Lava Jato
contra a Gráfica Atitude,

usada por João Vaccari Neto. Nas despesas
com gráficas,

chama a atenção a quantia de R$ 16,6 milhões recebidas
pela gráfica VTPB Ltda.

 O site exibe recibo de R$ 1,4 milhão repassado
diretamente por Edinho.

Edinho-Alencar 2

A VTPB está registrada na rua Atilio Piffer, 29, Casa
Verde

, em São Paulo, mas o que existe lá é uma portinha num prédio de
dois andares,

 “fechado há anos”, segundo vizinhos.

A empresa foi aberta
em 2008, na Avenida Ipiranga, 1071,

 cj 206, no centro de São
Paulo. Os titulares eram os irmãos de Kennedy Alencar.

 Em julho de
2009, sai Muller e entra Wilker Correa de Almeida,

 no mesmo endereço de
Muller. Em julho de 2014, a razão social

acrescenta termos que lhe
permite produzir para campanhas eleitorais

 e a sede vai para a Casa
Verde.

Em agosto de 2014, emitiu num único mês notas de R$ 2,1

 milhões
para a campanha de Dilma.

Fazendo as contas

Na gestão de Sergio Gabrielli na Petrobras,

a estatal
informou que encolheu R$ 47 bilhões por desvalorização

 de ativos e
cancelamento de projetos e desse total, R$ 41,2 bilhões

tem origem em
iniciativas que lesaram o patrimônio na gestão do ex-presidente,

 que
ficou no cargo seis anos e sete meses seguidos.

 É o equivalente a R$
17,4 milhões em perdas por dia ou R$ 726,4 mil por hora.

 O buraco é
similar à receita anual conjunta da General Motors, Mercedes Benz e
Honda.

 Ou é maior do que as somas das vendas do Carrefour e Walmart em
2013.

 Sergio Gabrielli é aquele que nunca soube de nenhum esquema

de
propinas instalado na Petrobras.

Contra-ofensiva

A guerra entre Renan Calheiros, do Senado e Eduardo
Cunha

, da Câmara, poderá ganhar um novo e surpreendente episódio.

 O
pessoal de Cunha articula a convocação do ex-presidente da Transpetro,

 Sergio Machado, apadrinhado de Renan, para depor na CPI da Petrobras,

 controlada por Cunha. Machado está citado na investigação que apura

 o
esquema de corrupção da Lava Jato.

Essa convocação é tudo que Renan não quer ver na vida.

domingo, 26 de abril de 2015

,,ENQUANTO O POVO SE PREOCUPA COM TERCEIRIZAÇÃO DILMA VAI ROUBAR NOSSO FGTS..ARRASOU CONCORDO TOTALMENTE...Jornalista comemora alta sonegação de impostos no Brasil: ‘melhor com os...



 DILMA VANNA ROUSSEFF


A SAPATONA LADRA PIRANHA
 BOLACHONA AGORA,
AI GARFAR NOSSO FGTS PARA
,COBRIR OS ROUBOS DO BNDES
 NA PETOBRAS
 BANCAR DITADURAS SUDACAS DE MERDA
RENUNCIE DILMA JÁ,
,VAZE PARA BULGÁRIA OU CUBA

Outro escândalo: BNDES comprometeu 25% de seu patrimônio com a Petrobras.

Fala aí, Coutinho!
O banco foi utilizado para financiar os gigantescos investimentos 
da Petrobras e agora pode ser desenquadrado das normas do Banco Central. 
A propósito, o economista Luciano Coutinho, presidente da entidade,
 se mantém mudo. Imaginem quando se abrir a caixa-preta
 de empréstimos sigilosos para a ditadura castrista e outras:


Utilizado para financiar os pesados investimentos da Petrobras,
 sobretudo aqueles com foco no incentivo à indústria local, 
o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES)
 está tão comprometido com a petroleira que
 a questão já preocupa a instituição de fomento, segundo fontes de mercado. 
Cruzamento de dados feito pelo Estado aponta 
um comprometimento total, incluindo participação acionária,
 de 64,2 bilhões de reais, montante que poderá deixar o BNDES 
desenquadrado das regras do Banco Central (BC) a partir de julho.

O montante comprometido considera o valor de exposição de crédito -
 o quanto um banco ainda tem a receber de um cliente. 
Além disso, a participação acionária é incluída no comprometimento total,
 pois as regras do BC determinam que nenhum banco comprometa 
mais de 25% do patrimônio de referência com um único cliente.
 O patrimônio do BNDES é de 97,85 bilhões de reais - 
ou seja, o limite equivale a 24,46 bilhões de reais,
 bem abaixo de 64,2 bilhões de reais.

O BNDES só não está desenquadrado no BC por causa 
de uma série de exceções previstas em normas do Conselho Monetário Nacional (CMN).
 O problema é que uma das exceções -
 que permite ao banco de fomento excluir participações acionárias do cálculo -
 tem prazo de validade: a partir de 1o de julho,
 pela resolução 4.089/2012 do CMN, 
o BNDES terá de voltar a incluir as ações da Petrobras
 e será obrigado a reduzir o excedente até 2024.

"A exposição dos bancos públicos à Petrobras é excessiva",
 diz o economista Mansueto Almeida, especialista em contas públicas. 
Um calote dessas dívidas poderia exigir aportes de dinheiro 
público nos bancos federais, mas diversos analistas consideram esse risco baixo
, no caso da Petrobras.

Por isso, segundo Almeida, o maior problema imediato
 é que os bancos repassarão menos lucro para o governo. 
No primeiro trimestre de 2014, o lucro das estatais engordou
 a receita do governo em 5,9 bilhões de reais. 
Nos primeiros três meses deste ano, o valor está em 1,3 bilhão de reais, 
 segundo dados preliminares citados pelo economista.
 "O fato de os bancos públicos aprovarem empréstimos 
antes da divulgação do balanço mostra que eles estão 
sendo usados como alternativa de socorro à Petrobras", 
 diz Almeida, referindo-se a créditos da Caixa (2 bilhões de reais)
 e do Banco do Brasil (4,5 bilhões de reais), aprovados há dez dias.

Crise - Segundo o economista Ernani Torres, professor da UFRJ,
 a expansão dos empréstimos do BNDES 
à Petrobras foi marcado por uma situação emergencial: 
a crise de 2008. Com a falência do banco americano Lehman Brothers, 
secaram as linhas de crédito externas e caiu a demanda de investidores 
por títulos de dívida, uma forma de grandes empresas se financiarem.

Assim, companhias como a Petrobrás voltaram-se ao mercado local.
 Para o professor, o governo quis evitar que a Petrobras tomasse crédito aqui.
 Com baixo risco, a estatal concentraria a oferta de bancos comerciais 
e deixaria empresas de menor porte com ainda mais dificuldade de obter crédito. 
De 2005 a 2014, o BNDES contratou 63,6 bilhões de reais 
para todas as empresas do sistema Petrobras, em 30 projetos,
 segundo o site do banco.

Para aguentar tanta demanda, foram necessários aportes bilionários 
do Tesouro no banco de fomento, estratégia criticada por economistas.
 Para Torres, porém, a estratégia foi "corretíssima" no cenário
 de crise e o comprometimento do BNDES 
com a Petrobras não é um grande risco. 
"Se fosse com o setor privado, seria. Sendo uma empresa pública, não."

Procurado, o BNDES informou que não comentaria os dados. 
Questionada sobre a composição de sua dívida, 
a Petrobras também não comentou. (

DILMA FAZ SURUBA DE DEZ HORAS NO PLANALTO

domingo, 26 de abril de 2015

Encurralada e com a corda no pescoço, Dilma faz reunião ministerial de dez horas sem resultados. Nem privatizar este governo consegue mais.

(Estadão) Após mais de dez horas, a reunião da presidente Dilma Rousseff
 e de 13 ministros para discutir investimentos em infraestrutura terminou 
 inconclusiva na noite deste sábado (25). 
Ao término do encontro, o Palácio do Planalto 
anunciou que novas reuniões devem ser programadas para os próximos dias.
 Até o momento, não constam compromissos oficiais na agenda da presidente
 para este domingo, que começará a semana com duas viagens, uma para Xanxerê (SC)
 e outra para Goiana (PE). 
O encontro ocorre num momento em que o governo tenta avançar no lançamento 
de uma nova rodada de concessões em infraestrutura,
 já antecipada pelos ministros do Planejamento,
 Nelson Barbosa, e da Fazenda, Joaquim Levy.
 No fim de março, Barbosa disse que o governo anunciaria "nos próximos dias"
 concessões de mais três aeroportos, de Salvador (BA), Florianópolis (SC) e Porto Alegre (RS). 
Já Levy disse na semana passada, em reunião
 no Fundo Monetário Internacional (FMI) em Washington, nos Estados Unidos,
 que o governo apresentaria até o início de maio um novo pacote de concessões.
 A expectativa é de que o anúncio de novos investimentos, em um momento
 de dificuldade da economia brasileira, possa criar um ambiente positivo
 em um cenário de inflação elevada, ajuste fiscal e de expectativa 
de retração do Produto Interno Bruto (PIB). 
Os primeiros ministros chegaram ao Palácio da Alvorada 
ainda antes das 9 horas da manhã e alguns só saíram por volta das 19h30.
 Entre os primeiros a chegar estavam Barbosa e Levy 
e o ministro-chefe da Casa Civil, Aloizio Mercadante. 
O ministro Edinho Araújo, da Secretaria Especial de Portos, 
foi o último a chegar, por volta das 18 horas. 
Além de ministros, estiveram presentes também técnicos do governo
 e quatro representantes dos bancos públicos. 
Entre os técnicos confirmados estavam quatro secretários da Fazenda:
 Tarcísio Massote de Godoy (Secretário-executivo),
 Fabricio do Rozario Valle Dantas Leite (secretário-executivo adjunto),
 Marcelo Barbosa Saintive (Tesouro Nacional) 
e Paulo Guilherme Farah Corrêa (Acompanhamento Econômico). 
Entre os ministros, participaram também Izabella Teixeira
 (Meio Ambiente), Kátia Abreu (Agricultura), Edinho Silva (Comunicação Social), 
Antônio Carlos Rodrigues (Transportes), Gilberto Occhi (Integração Nacional),
 Eliseu Padilha (Aviação Civil), Gilberto Kassab (Cidades), 
e Ricardo Berzoini (Comunicações). Como representantes de instituições financeiras,
 participaram Miriam Belchior, presidente da Caixa Econômica Federal, Alexandre Abreu,
 presidente do Banco do Brasil e Wagner Bittencourt, 
 vice-presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico
 e Social (BNDES). O vice-presidente de Infraestrutura do Banco do Brasil,
 César Borges, também participou da reunião.
Anônimo disse...
Como bem disse O Antagonista:
Dez horas é o tempo de voo entre São Paulo e Nova York.
 A diferença é que você chega ao seu destino.
No governo de Dilma Rousseff,
 você demora dez horas para ir de Dilma Rousseff
a Dilma Rousseff.
Ou seja, para sair do nada e chegar a lugar nenhuM


sábado, 25 de abril de 2015

,OPERAÇÃO LAVA JÁ CHEGA AO ESPÍRITO SANTO..JOÃO COZER FICA MILIONÁRIO COM OBRA SUPERFATURADA DA PETROBRAS

Vereadores querem abrir CPI contra João Coser
Objetivo é investigar a instalação da sede da Petrobras


A partir da informação de que a Prefeitura de Vitória deu início a uma Auditoria Interna Extraordinária para analisar a condução do processo de instalação da nova sede da Petrobras, na Reta da Penha, vereadores de partidos que fazem oposição ao PT no plano nacional já cogitam a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Câmara de Vitória.
Conforme noticiado ontem,
 com exclusividade, pela coluna Praça Oito,
 a auditoria tramita sigilosamente na prefeitura e tem por alvo as permissões, alvarás e licenças concedidas pela Secretaria de Desenvolvimento da Cidade, durante o segundo mandato do ex-prefeito João Coser (2009-2012),
 para viabilização do empreendimento –
 um dos investigados na Operação Lava a Jato 
por suspeitas de superfaturamento e pagamento de propinas.
 
A hipótese de propor a CPI foi confirmada ontem pelo vereador Luiz Emanuel (PSDB),
 autor de um requerimento de informações à prefeitura acerca do mesmo caso,
 protocolado em novembro passado e ainda sem resposta.
 Na sessão de ontem, o tucano se queixou da demora, mas aprovou
 a iniciativa da gestão do prefeito Luciano Rezende (PPS).
 
Luiz Emanuel explicou que fez o requerimento a pedido da bancada federal do PSDB, 
para que as informações possam alimentar a CPI da Petrobras na Câmara Federal. 
De posse dos dados, ele os encaminhará à bancada por intermédio do deputado federal Max Filho (PSDB). Dependendo do teor, o vereador acredita que Coser 
e ex-secretários possam ser convocados a depor em Brasília.
 Em paralelo, cogita protocolar requerimento de criação de CPI
 específica na Câmara de Vitória.
 
Para isso, ele precisa de cinco assinaturas, as quais crê conseguir reunir. 
Duas delas viriam da bancada do PPS (Fabrício Gandini e Vinicius Simões).
 “Seria uma honra participar dessa CPI”, disse o segundo.
 
Membro do PCdoB, aliado do PT nacional, o presidente da Casa, Namy Chequer,
 fez a defesa mais enfática de Coser. “Luiz Emanuel é suspeito.
 Como bom tucano, quer bater em Coser e na Petrobras.
 Não acredito que a estatal tenha corrompido a prefeitura. Não existe isso.”
 
Ex-prefeito diz que processo foi todo legal
 
Diante da notícia de que a Prefeitura de Vitória abriu uma auditoria 
 para investigar a aprovação do projeto de instalação da sede da Petrobras,
 o ex-prefeito João Coser veio a público informar que todos
 os atos relacionados à condução do referido processo 
“se deram obedecendo aos princípios da legalidade, transparência e impessoalidade”.
 
Segundo Coser, as permissões, as licenças e os alvarás concedidos
 tramitaram observando os prazos legais e foram devidamente analisados
 pela equipe técnica da Secretaria de Desenvolvimento da Cidade,
 formada, em sua maioria, por servidores efetivos.
 “Além disso, o projeto para a construção da sede da Petrobras
 foi apresentado à sociedade em audiências públicas e aprovado pelo Conselho
 do Plano Diretor Urbano (PDU) do município.”
 
O ex-prefeito ainda destacou que, como medida compensatória ao impacto
 da instalação da sede da empresa, a Petrobras cedeu ao município a área de 15 mil m2 
para a implantação do Parque Municipal Chácara Paraíso, na Praia do Canto
, além de ter repassado R$ 3,6 milhões ao município para as obras do referido parque e outros recursos para a execução de melhorias e ampliação viária.
 
“O ex-prefeito reafirma a lisura de todos os seus atos à frente da Prefeitura de Vitória
 e o seu orgulho por ter administrado a capital do Estado por oito anos”, conclui a nota.
A defesa do ex-prefeito
Coser 
Legalidade
“Todos os atos referentes (ao processo em questão) se deram obedecendo aos princípios da legalidade, transparência e impessoalidade”, disse o ex-prefeito, em nota.
Bancada do PT
Desagravo
Um dos dois petistas no plenário da Câmara de Vitória, 
o vereador Reinaldo Bolão disse que toda investigação é válida, mas atenuou:
 “Até que se prove o contrário, não vejo nenhuma irregularidade”.

sexta-feira, 24 de abril de 2015

DILMA A FANTASMA SAPATONICA DO PLANALTO

sexta-feira, 24 de abril de 2015

Dilma, um fantasma no Planalto.

The Economist afirma que Dilma permanece no cargo,
 mas já não está no poder; quanto ao PT, já não dá as cartas.
 O fato é que nem mesmo a permanência da presidente reincidente está garantida,
 já que a maioria da população defende o impeachment:

"Fora Dilma, fora PT" repetiam os gritos zangados na Avenida Paulista na tarde 
ensolarada de domingo 12 de abril. Eles eram ecoados em cidades pequenas 
e grandes por todo o Brasil. 
Mas os manifestantes já ganharam mais do que percebem. 
Em menos de quatro meses de seu segundo mandato,
 a presidente Dilma Rousseff permanece no cargo, 
mas para muitos fins, já não está no poder.
 E o Partido dos Trabalhadores (PT), de esquerda e nominalmente governante,
 já não dá as cartas na capital, Brasília.
Nem mesmo a permanência de Rousseff no Palácio do Planalto 
está inteiramente garantida.
Graças à combinação incendiária de uma economia 
se deteriorando e um escândalo de corrupção em massa
 na companhia petrolífera estatal Petrobrás, ela se tornou profundamente impopular.
Os manifestantes querem seu impeachment, assim como 63% 
dos entrevistados numa pesquisa recente.
Nesta semana, a oposição esteve coletando opiniões legais
 sobre se ela pode ser impedida por conta da Petrobrás
 ou por violar uma lei de responsabilidade fiscal que deveria 
impedir aos gastos extravagantes que ela propiciou para ser reeleita.
Revés. É um revés extraordinário. Por 12 anos
 o PT dominou a política brasileira graças às políticas sociais 
e a afinidade com as pessoas comuns de Luiz Inácio Lula da Silva, 
o presidente de 2003 a 2010, e também do golpe de sorte 
de um boom de commodities que agora terminou.
Rousseff carece das habilidades políticas de Lula e as relações
 entre os dois são agora meramente cordiais. 
Mas os níveis de vida ainda em crescimento bastaram para lhe
 render um segundo mandato em outubro passado.
Dois fatores provocaram a erosão de sua autoridade desde então.
Primeiro, os erros de seu primeiro mandato levaram o Brasil 
à beira de uma grave recessão.
 Ante a probabilidade da perda do prezado grau de investimento
 na classificação de crédito pelo país 
(que aumentaria o custo dos empréstimos para empresas e famílias),
 ela nomeou Joaquim Levy, um falcão fiscal treinado 
em Chicago para seu ministro da Economia.
 Ele está ocupado cancelando subsídios e cortando subvenções -
 uma austeridade que é tabu para o PT. Rousseff já não comanda a microeconomia.
Agenda. Tampouco comanda a agenda política. 
Ela perdeu o controle do Congresso para o Partido do Movimento
 Democrático Brasileiro (PMDB), uma agremiação centrista de barões 
políticos regionais que é a principal parceira da coalizão de governo do PT.
Há muito que o PMDB se queixa de que o PT monopolizou os principais ministérios.
 Agora, ele conseguiu a sua vingança. Eduardo Cunha,
 o ladino congressista conservador do Rio de Janeiro, 
esmagou o candidato do PT para conquistar para o PMDB 
o poderoso cargo de presidente da Câmara de Deputados.
 O hiperativo Cunha está seguindo sua própria agenda. 
Em suas dez semanas no cargo, ele pediu as cabeças 
de quatro ministros e barrou algumas medidas fiscais de Levy. 
Seus acólitos o chamam de "primeiro-ministro".
Para atenuar este atrito, neste mês Rousseff demitiu 
o ministro para coordenação política do PT, 
entregando a função a Michel Temer, seu vice-presidente e líder titular do PMDB,
 e com ela o ambicionado poder de nomear funcionários de segundo escalão.
O que torna esta hemorragia do poder presidencial particularmente dramática 
é que Rousseff ainda tem quase mais quatro anos no cargo. 
 Nesse tempo, a economia seguramente se agravará antes de melhorar.
Mandato. Conseguirá ela sobreviver?
 Nas seis últimas décadas, o Brasil assistiu a quatro maneiras 
diferentes de presidentes não completarem seus mandatos.
 Um presidente cometeu suicídio. Outro renunciou.
 Um terceiro foi deposto por um golpe militar, 
enquanto um quarto sofreu impeachment.
Felizmente, é difícil imaginar suicídio ou um golpe.
 É difícil também imaginar Rousseff, uma dura ex-guerrilheira urbana
 que sobreviveu à tortura, renunciando. 
E a legislação brasileira sustenta que um presidente
 só pode sofrer impeachment por crimes políticos
 ou comuns cometidos durante a vigência de seu mandato atual -
 embora não esteja claro se essa regra necessariamente isentaria 
qualquer malfeito praticado durante seu primeiro mandato.
Por enquanto, nada vincula Rousseff à corrupção; 
alguns gostariam que a irresponsabilidade fiscal 
fosse motivo para impeachment, mas ela provavelmente não é.
 Cabe a Cunha decidir se iniciará o processo de impeachment, 
e ele é um dos 53 políticos que estão sendo investigados 
 por alegadas doações ilegais da Petrobrás.
Fernando Henrique Cardoso, um ex-presidente que continua
 sendo o líder intelectual da oposição, advertiu que um impeachment seria "temerário".
Isso parece correto. Os movimentos sociais por trás dos protestos
 fariam melhor gastando os próximos três anos promovendo a reforma política, 
pressionando para se fazer justiça no escândalo da Petrobrás, 
e reinventando uma oposição em boa parte moribunda. 
Quanto a isolada Rousseff,
 ela enfrentará um longo e desanimador esforço para tentar recuperar o poder perdido.
 Terá a firmeza de consegui-lo? (Estadão).

VEM AI O MUSEU DOS HORRORES DE LULA

AS CUSTAS DO POVO LESADO DO BRASIL
 ,LULA VAI TER UM MUSEU DOS HORRORES
,COM TREM FANTASMA QUE LEVA DIRETO PARA:
 O MST,CUT,ASFARC
,CUBA, VENEZUELA ,
COREIA DO NORTE IRÂ E ETC


ATRAÇÕES:
01-LULA AFOGADO EM UM TONEL DE CACHAÇA FERVENTE
,CHEIO DE FERIDAS CANCEROSAS FÉTIDAS.

02- DILMA DE BONECA INFLÁVEL SAPATONA
 COM GRELLOS AVANTAJADOS,CHEIA DE CANCROS
,NA PORTARIA DA SALA DOS HORRORES.

03-MARISA LETICIA COM CARA DE PLÁSTICO E PVC.
DEFORMADA COM ÁCIDO FERVENTE SAINDO PELA CABEÇA

04-JOSÉ DIRCEU COMO DUAS CARAS DE PAU
,CORROÍDAS POR CUPINS
E CORPO COBERTO DE ESTRUME DE VACA

05-ANTONIO PALOCCI,COMO FANTASMA DA ÓPERA BUFA BURGUESA
,COMENDO MERDA RECHEADA COM VERMES

.EM VÍDEOS VIRTUAIS

01- DE JOÃO COZER COM CABEÇA , SENDO DECEPADA,PELO POVO
DEPOIS DE PULAR DO PRÉDIO DA PETROBRAS EM VITÓRIA

06-IRINY LOPES SENDO QUEIMADA VIVA ,
EM UMA FOGUEIRA
,EMPALADA  PELO ÂNUS ATÉ A BOCA

E OUTRAS ATRAÇÕES AINDA SENDO BOLADAS


http://www.brasil247.com/pt/247/poder/53319/Museu-do-Lula-vai-custar-R$-18-milh%C3%B5es-aos-cofres-p%C3%BAblicos.htm

quarta-feira, 22 de abril de 2015

..A CORJA DO PETRALISMO...Quarta-feira, abril 22, 2015 ...LULA CHEGOU A NOMEAR JOÃO VACCARI PARA PRESIDENTE DA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL

  A CORJA DO PETRALISMO

quarta-feira, abril 22, 2015

LULA CHEGOU A NOMEAR JOÃO VACCARI 

PARA PRESIDENTE DA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL

A língua do ex-tesoureiro do PT João Vaccari é muito temida
 em razão de suas ligações íntimas com o ex-presidente Lula.
 São tão ligados que Vaccari chegou a ser nomeado presidente da Caixa Econômica Federal no primeiro governo Lula. 
Não assumiu porque não tinha nível universitário. 
 Depois, Vaccari fez o curso de Relações Internacionais 
de olho na boquinha.
 Mas era tarde. 
O supercargo na Caixa nunca veio.   
A pretensão de Lula, nomeando Vaccari na Caixa
, causou estranheza até nos lulistas mais empedernidos. 
Sabe-se agora porquê.
Stalinista fervoroso, Vaccari virou tesoureiro do PT pela fidelidade a Lula.
 É capaz de pegar pena longa para proteger o ídolo.   
Lula não parece seguro quanto à lealdade de Vaccari, 
a julgar pelos recados nervosos enviados ao ex-tesoureiro.
A pretensão de Lula, nomeando Vaccari na Caixa,
 causou estranheza até nos lulistas mais empedernidos.
 Sabe-se agora porquê.
Stalinista fervoroso, Vaccari virou tesoureiro do PT pela fidelidade a Lula.
 É capaz de pegar pena longa para proteger o ídolo.
Lula não parece seguro quanto à lealdade de Vaccari,
 a julgar pelos recados nervosos enviados ao ex-tesoureiro.
Vaccari foi ao sacrifício na cooperativa dos bancários de São Paulo (Bancoop)
 para “limpar” o roubo, por lealdade a Lula e ao PT.
 

terça-feira, 21 de abril de 2015

Marco Antonio Villa: "O povo pede o Impeachment de Dilma Roussef"

O POVO PEDE IMPEACHMENT DE DILMA 

QUE NÃO TEM MAIS COMO GOVERNAR O BRASIL.

ESTÃO ROUBANDO TODO BRASIL ,

,FORA DILMA SAPATONA LADRA

O historiador Marco Antonio Villa, 
fala sobre o momento de tensão que toma
 conta do país contra o Projeto Criminoso de Poder.


Viralizou nas redes sociais, a paródia da música "Faroeste Caboclo", da Legião Urbana, com um boneco que imita o vocalista da Legião, Renato Russo, e conta a história da Petrobras, desde sua fundação, na década de 1950, até a decadência atual promovida por enorme escândalo de corrupção. A paródia é de autoria do profissional de marketing digital Pedro Guadalupe e foi postada pelo canal do YouTube "Rede Ovo", um site humorístico que faz paródias com temas da cultura nacional. Veja abaixo a paródia e, depois dela, um texto sobre a história da empresa da época em que completou 60 anos, em 2013.Faroeste Caboclo da história da Petrobras

 
FAROESTE DA PETROBRAS
Viralizou nas redes sociais, a
paródia da música "Faroeste Caboclo",
 da Legião Urbana, com um boneco
que imita o vocalista da Legião,
 Renato Russo, e conta a história da
Petrobras, desde sua fundação,
 na década de 1950, até a decadência atual
promovida por enorme escândalo de corrupção. 
A paródia é de autoria do profissional de marketing digital Pedro
Guadalupe

 e foi postada pelo canal do YouTube "Rede Ovo",

 um site
humorístico que faz paródias com temas da cultura nacional.



Veja abaixo a paródia e, depois dela,

 um texto sobre a história da empresa da época em que completou 60 anos, em 2013.

MANIFESTO FORA DILMA - PRAÇA DO PAPA 12.04.2015 (2)

Por que esses tucanos defendem tanto o mandato da presidente Dilma Rousef ?

QUE PORRA É ESTA
 O FERNANDO HENRIQUE ?

DEFENDENDO DILMA?
DEVE ESTAR MAL COMUNADO

 COM OS PETRALHAS DE MERDA

 FORA FERNANDO HENRIQUE

CORRUPÇÃO - Todos os Caminhos Levam ao PT !!! by @RachelSherazade



Postura de preso

Em muitas de suas últimas prisões, a Polícia Federal

não tem usado algemas nos detidos.

Só que, antes de conduzi-los
publicamente, avisa que

eles devem ter postura semelhante a qualquer
preso fora da cadeia,

 como se vê nos corredores dos fóruns: mãos nas
costas e cabeça baixa.

 João Vaccari Neto, ex-tesoureiro do PT e sua
cunhada Marice Corrêa de Lima,

 são exemplos mais recentes. Se bem que
com a cabeça menos

 baixa do que os federais gostariam. Aí, corre por
conta da generosidade do agente.


Antiga rixa

Polícia Federal e Ministério Público, agora também nas ações da Lava Jato,

 voltam a disputar etapas das investigações, o que não chega a ser nada
de novo.

 Há anos, a PF tenta reduzir o poder do Ministério Público,

 defendendo que procuradores não podem fazer tarefas de foco
estritamente policial

, o que eles não admitem. Existe um projeto de
emenda constitucional,

 que transforma a Polícia Federal em organismo
autônomo,

com independência administrativa e orçamento próprio.


Um e outro

Há quem garanta que o ex-presidente Lula teve uma
reação semelhante

 a José Dirceu em relação ao ministro Luiz Fux no
julgamento do mensalão,

diante da posição de José Mucio Monteiro, do TCU, sobre as pedaladas fiscais.

 Afinal, foi o ex-chefe do Governo que indicou o ex-ministro

de
Relações Constitucionais para o tribunal.

Outros, dizem que Lula ficou
apenas “magoado”.

Durante o processo do mensalão e até hoje,
Dirceu brinda Fux

com um festival de baixo calão. Afinal, foi quem mais
trabalhou

para a indicação dele à Suprema Corte.


Nos truques

Depois de renovar o guarda-roupa dos homens e mulheres

que atuam na segurança da Chefe do Governo,

a Presidencia da República
está abrindo licitação para dar um banho de loja

no pessoal da cozinha e garçons do Alvorada.

 Para maitre, smoking sob medida “em tecido de 100% lã fria,

 calça sem pregas e bolsos tipo-faca”. Para garçons, summer
com

 “gravata borboleta de seda pura, com duas dobras no esplendor do
colarinho”,

 mais “luvas de malha suedine de cano curto”.

 Para o chef de cozinha,
“dolmã em sarja mista e avental branco

com aplicação em verde e
amarelo vivo”.

 Copeiros, confeiteiros e auxiliares, uniformes de praxe.

 Valor da concorrência: R$ 834,2 mil.


Projeto Down


Cunhado não é parente

Não são poucos os que alegam que Marice Correa de Lima,

 cunhada (presa) de João Vaccari Neto não é exatamente parente

 do
ex-tesoureiro do PT.

Apoiam-se num antigo slogan usado na política
brasileira:

Cunhado não é parente.

 A autoria é de Leonel
Brizola que, em 1965, não pode

 se candidatar a presidente porque era
cunhado de João Goulart.

 Aí, os correligionários de Brizola batiam na
mesma tecla:

Cunhado não é parente, Brizola para presidente.


Filé com risoto

Na semana passada, a presidente Dilma Rousseff

recebeu
Eduardo Cunha, presidente da Câmara e sua mulher,

 Cláudia Cruz (era
jornalista da Globo, no passado), para um jantar social,

 puxado a filé
com risoto, com o objetivo de melhorar a relação.

O ministro Jaques
Wagner, da Defesa, foi quem costurou o convite

e também estava
presente, com grande gripe.

 Dilma levou Cláudia até a capela do
Alvorada,

 enquanto os outros dois conversavam.

De sobremesa,
terceirização; nada de impeachment.


Candidato natural

Se Dilma não consegue melhorar sua imagem e a de seu
governo

 e se o abismo à sua frente vai aumentando,

os próprios petistas
acham que Lula não se arriscaria

 em disputar a Presidência da
República em 2018.

Algumas figuras da cúpula do partido acham que seu
substituto

 seria Aloizio Mercadante – e ele próprio já se considera

 “um
candidato natural” nessa configuração e

“com grandes chances de
vencer”.


Menor blindagem

O ex-presidente Lula tem confessado aos mais chegados,

 nas conversas do instituto em São Paulo,

que nunca imaginara que
pudesse ser alvo de redes sociais e de partidos,

 em tão pouco tempo.
Seus assessores também admitem

que aquela história de que “nada pega
nele”

 e que “ele possui uma blindagem de teflon”,

já dá efetivos sinais
de que vem enfraquecendo –

 e até medidos por pesquisas internas do
partido.


Depressão

Depois de ver o mensaleiro Pedro Corrêa ser
preso novamente,

 José Dirceu também está achando que poderá ser e até
mais cedo

 do que muitos podem imaginar.

E voltou a ficar deprimido,
enquanto controla sua hipertensão,

 com nova dose de medicamentos,

depois de ter tido uma crise de pressão alta

, há poucas semanas.


Consultor especial

Quem aconselhou Dilma Rousseff a tomar posição

 no
episódio do projeto da terceirização foi seu ex-marido,

 o advogado
trabalhista Carlos Araújo.

 A Chefe do Governo está divorciada desde
2000,

 mas Araújo é uma das pessoas mais influentes em sua vida.

No
começo dos anos 70, a presidente foi morar com o sogro

, também advogado
trabalhista Afranio Araujo, enquanto

aguardava a liberação de Carlos,
seu segundo marido,

 hoje avô de Gabrielzinho.


Medalhas cassadas

Eliana Pires Rocha, procuradora da República no
Distrito Federal,

enviou mais um oficio à Procuradoria-Geral da
República,

que enviou o documento ao Ministério da Defesa,

reiterando
que o Exercito deve cassar, de acordo com a lei de sua criação,

a
Medalha do Pacificador dada a José Genoíno,

 Valdemar Costa Neto, João
Paulo Cunha

e Roberto Jefferson.

José Dirceu recebeu a Ordem do Mérito
Aeronáutico,

 que não lhe foi cassada, em 2004.

E recebeu das mãos de
Lula.


Agrado ao MST

Ainda este mês, os ministros Patrus Ananias

 (Desenvolvimento Agrário) e Tereza Campello (Desenvolvimento Social)

 assinarão a primeira emissão de posse do segundo mandato

de Dilma
Rousseff, nas fazendas de Colatina e Cotia,

 no município de Prado, sul
da Bahia.

A data coincide com os 19 anos do massacre de Eldorado dos
Carajás.

 Dependendo, a Chefe do Governo também poderá estar presente.


Know-how

A chance do ex-deputado André Vargas (ex-PT)

 fazer delação premiada está reforçada até porque ele tem,

 como advogada, Nicole Trauczynski, a mesma que defendeu Enivaldo Quadrado,

 do mensalão.
Na época, ao colaborar, ele recebeu os devidos benefícios na pena.

 Mesmo que Vargas não tope, o PT vai afundando cada vez

mais numa
investigação que ameaça não parar tão cedo. Detalhe:

 Vaccari é, hoje, o
elo mais forte de ligação entre candidatos petistas

 e o escândalo da
Petrobras.


Nova denúncia

De um lado, Joaquim Levy, ministro da Fazenda,

 acha que
o balanço do terceiro trimestre de 2014

 sairá nas próximas horas e que
“será uma página virada”; de outro,

o TCU denuncia que a estatal
escondeu, no Complexo Petroquímico

 do Rio de Janeiro (Comperj), de
investidores

 e órgãos de fiscalização, uma super-despesa de US$ 8,1
bilhões,

 cerca de R$ 25 bilhões.


Até a Caixa

Quando recusa todas as ofertas de cargos para Vinicius
Lages

, seu afilhado político e defenestrado do Turismo,

 para abrigar
Henrique Alves, Renan Calheiros,

presidente do Senado, conta a todos a
mesma história.

 No final do ano passado, Dilma se comprometeu com Renan

de que Lages permaneceria no Turismo e que seria “um presente para
ele”.

 Calheiros continua não querendo nada. Detalhe:

 até a presidência
da Caixa lhe foi oferecida.

Dilma estava disposta a rifar Miriam
Belchior.


Mãe desnaturada

No Houaiss, “desnaturada” significa “quem
abandona,

não tem consideração e não se importa com alguém da família”.

 A
antiga expressão popular mãe desnaturada, resume isso tudo.

 Por isso, oposição e redes sociais preparam grande ofensiva,

com esse
rótulo, contra Dilma Rousseff, que Lula apelidou de “mãe do PAC”

. Seus
críticos apresentarão detalhado resumo

das obras do Plano de Aceleração
da Economia,

com reduzidos resultados. Muitas obras nem saíram do papel
até hoje.


Intermediário

Na revista Época desta semana, que revela que
Antonio Palocci

recebeu R$ 12 milhões de empresas em 2010, nos tempos

 que coordenava a campanha de Dilma, há uma surpresa.

 Quando já estava
escolhido chefe da Casa Civil,

 em dezembro de 2010, Palocci recebeu, com
intervalo de duas semanas,

R$ 2 milhões do escritório de Márcio Thomaz
Bastos.

 Durante a campanha, recebera outros R$ 3,5 milhões do mesmo
escritório

 para ajudar na fusão entre Pão de Açúcar e Casas Bahia.

 Para
quem tem memória curta: Palocci

e Thomaz Bastos haviam se desentendido
no famoso episódio

do caseiro Francenildo, no governo Lula.


Rede em maio

Até o final do mês, os aliados de Marina Silva acham

 que o Rede Sustentabilidade terá entregado todas as assinaturas
exigidas no TSE.

 E tudo estará pronto para começar a funcionar em maio.

 Uma das primeiras mulheres da política nacional

 que irá se bandear
para a Rede será a vereadora e ex-senadora Heloisa Helena, de Alagoas

,
que poderá se transformar em porta-voz da legenda.

Se o partido de
Marina estiver com o PSB nas eleições de 2016

em São Paulo, não só ela
como também Heloisa,

 subirá no palanque de Marta Suplicy.


Novo livro

Em julho, Carlos Chagas, comentarista político e pai de
Helena Chagas,

 ex-titular da Secom no primeiro governo de Dilma, l

ança
seu novo livro A ditadura militar e a longa noite dos generais, 1979-1985

. Chagas foi secretário de imprensa de Costa e Silva

e narra como foram os últimos anos dos militares.


Outro Fagundes

Na Comissão de Economia do Senado,

 Delcídio Amaral
(presidente) e Lindbergh Farias vivem trocando gentilezas.

 Agora,
Lindbergh só se refere a Delcídio como

“o Antonio Fagundes do Senado”,

 por conta de seus longos cabelos brancos.






Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...