PRAIA DE ITAPARICA,VILA VELHA ,ES,BR

PRAIA DE ITAPARICA,VILA VELHA ,ES,BR
ENTARDECER NA PRAIA DE ITAPARICA,VILA VELHA,ES,BR

SERGIO DE MATOS Headline Animator

sábado, 25 de abril de 2015

,OPERAÇÃO LAVA JÁ CHEGA AO ESPÍRITO SANTO..JOÃO COZER FICA MILIONÁRIO COM OBRA SUPERFATURADA DA PETROBRAS

Vereadores querem abrir CPI contra João Coser
Objetivo é investigar a instalação da sede da Petrobras


A partir da informação de que a Prefeitura de Vitória deu início a uma Auditoria Interna Extraordinária para analisar a condução do processo de instalação da nova sede da Petrobras, na Reta da Penha, vereadores de partidos que fazem oposição ao PT no plano nacional já cogitam a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Câmara de Vitória.
Conforme noticiado ontem,
 com exclusividade, pela coluna Praça Oito,
 a auditoria tramita sigilosamente na prefeitura e tem por alvo as permissões, alvarás e licenças concedidas pela Secretaria de Desenvolvimento da Cidade, durante o segundo mandato do ex-prefeito João Coser (2009-2012),
 para viabilização do empreendimento –
 um dos investigados na Operação Lava a Jato 
por suspeitas de superfaturamento e pagamento de propinas.
 
A hipótese de propor a CPI foi confirmada ontem pelo vereador Luiz Emanuel (PSDB),
 autor de um requerimento de informações à prefeitura acerca do mesmo caso,
 protocolado em novembro passado e ainda sem resposta.
 Na sessão de ontem, o tucano se queixou da demora, mas aprovou
 a iniciativa da gestão do prefeito Luciano Rezende (PPS).
 
Luiz Emanuel explicou que fez o requerimento a pedido da bancada federal do PSDB, 
para que as informações possam alimentar a CPI da Petrobras na Câmara Federal. 
De posse dos dados, ele os encaminhará à bancada por intermédio do deputado federal Max Filho (PSDB). Dependendo do teor, o vereador acredita que Coser 
e ex-secretários possam ser convocados a depor em Brasília.
 Em paralelo, cogita protocolar requerimento de criação de CPI
 específica na Câmara de Vitória.
 
Para isso, ele precisa de cinco assinaturas, as quais crê conseguir reunir. 
Duas delas viriam da bancada do PPS (Fabrício Gandini e Vinicius Simões).
 “Seria uma honra participar dessa CPI”, disse o segundo.
 
Membro do PCdoB, aliado do PT nacional, o presidente da Casa, Namy Chequer,
 fez a defesa mais enfática de Coser. “Luiz Emanuel é suspeito.
 Como bom tucano, quer bater em Coser e na Petrobras.
 Não acredito que a estatal tenha corrompido a prefeitura. Não existe isso.”
 
Ex-prefeito diz que processo foi todo legal
 
Diante da notícia de que a Prefeitura de Vitória abriu uma auditoria 
 para investigar a aprovação do projeto de instalação da sede da Petrobras,
 o ex-prefeito João Coser veio a público informar que todos
 os atos relacionados à condução do referido processo 
“se deram obedecendo aos princípios da legalidade, transparência e impessoalidade”.
 
Segundo Coser, as permissões, as licenças e os alvarás concedidos
 tramitaram observando os prazos legais e foram devidamente analisados
 pela equipe técnica da Secretaria de Desenvolvimento da Cidade,
 formada, em sua maioria, por servidores efetivos.
 “Além disso, o projeto para a construção da sede da Petrobras
 foi apresentado à sociedade em audiências públicas e aprovado pelo Conselho
 do Plano Diretor Urbano (PDU) do município.”
 
O ex-prefeito ainda destacou que, como medida compensatória ao impacto
 da instalação da sede da empresa, a Petrobras cedeu ao município a área de 15 mil m2 
para a implantação do Parque Municipal Chácara Paraíso, na Praia do Canto
, além de ter repassado R$ 3,6 milhões ao município para as obras do referido parque e outros recursos para a execução de melhorias e ampliação viária.
 
“O ex-prefeito reafirma a lisura de todos os seus atos à frente da Prefeitura de Vitória
 e o seu orgulho por ter administrado a capital do Estado por oito anos”, conclui a nota.
A defesa do ex-prefeito
Coser 
Legalidade
“Todos os atos referentes (ao processo em questão) se deram obedecendo aos princípios da legalidade, transparência e impessoalidade”, disse o ex-prefeito, em nota.
Bancada do PT
Desagravo
Um dos dois petistas no plenário da Câmara de Vitória, 
o vereador Reinaldo Bolão disse que toda investigação é válida, mas atenuou:
 “Até que se prove o contrário, não vejo nenhuma irregularidade”.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...